BTG anuncia fechamento de capital da PPLA. O prejuízo é do minoritário?

BTG anuncia fechamento de capital da PPLA. O prejuízo é do minoritário?

O BTG em fevereiro de 2017, através de uma emissão de units sob o ticker BBTG12, listou as ações de seu braço de private equity. Após diversas quedas da ação, que passaram inclusive por um grupamento, seu ticker foi alterado para PPLA11.

A ação chegou a ser negociada por um valor de R$ 6,00 reais, em termos proporcionais, considerando o grupamento que ela foi alvo, no primeiro semestre do ano passado. Considerando apenas o último ano o valor máximo da ação foi de R$ 2,38.

Ontem, o BTG anunciou que pretende fechar o capital da PPLA a partir de uma OPA que avalia as ações da companhia em 1,19 por ação. Importante notar que apesar da PPLA possuir alguns ativos complicados nos quais o BTG investiu, como as Lojas Leader, tem outros ativos interessantes ainda em fase de maturação, de forma que uma proposta por R$ 1,19 a ação parece subestimar o potencial dos ativos da PPLA. O valor da proposta de fechamento de capital foi baseado em um laudo de avaliação independente contratado pela BTG Pactual Holding, empresa do grupo da controladora da PPLA.

Em recentes fechamentos de capital vimos laudos de avaliação contratados pelos controladores ou pelas próprias companhias serem contestados por laudos contratados pelos minoritários, que na maior partes das vezes avaliaram as empresas em valor superior ao do laudo inicial apresentado.

Apesar de o valor da proposta por ação representar um prêmio de mais de 30% em relação ao último fechamento da ação da empresa na segunda-feira, como já foi destacado acima, o valor ofertado parece substancialmente inferior ao que a companhia pode valer no longo prazo.

Este post tem um comentário

  1. Só a fazenda Cristo Redentor em MS , um produtifo latifundio de 132 mil ha,e a participação que a empresa tem na UOL, que por sua vez detem ações da Stone, empresa de meios da pagamento listada em NY e portanto com seu valor de mercado verificável. As ações valem ao menos 5 reais.
    O laudo de avaliação feito pelo BTG não reflete um valuation justo para a PPLA.
    Delistar a esse preço mostra a dificuldade que minoritários continuam tendo com a governança das empresas no Brasil.

Deixe uma resposta

Fechar Menu